Rádio

Rádio

Rádio SC

domingo, abril 17, 2016


    MÔNICA E O ÍNDIO     
    Quando Mônica era muito pequena, seus pais foram viver em uma região que fazia fronteira com terras indígenas. O pai de Mônica construiu uma pequena casinha para brincar com suas bonecas. Ela gostava muito. A única coisa que deixava Mônica triste era que ela não tinha amigas com quem brincar, pois a casa mais próxima ficava a 50 quilômetros de distância.
    Às vezes sua mãe ia visitá-la e juntas divertiam-se muitíssimo na casinha. 
    Um dia, enquanto Mônica brincava sozinha em sua casinha, alguém bateu à porta. Mônica limpou   mãozinha no avental e disse, abrindo a porta:    
  - Entre, senhora! 
     E a mamãe entrou com um grande sorriso e um pequeno pacote.     
  - Eu lhe trouxe u, delicioso pastel de maçã para o lanche.      -Que delicia! - disse Mônica - Muito obrigada! 
     A mamãe lhe deu um beijo e foi para casa. Mônica começou a arrumar a mesa e as cadeiras para todas as suas bonecas.      
     Neste instante, uma sombra escureceu a janela e momentos depois Mônica escutou fortes batidas na porta.      
     Primeiro ela teve medo e ficou quieta, mas logo decidiu abrir a porta e ver quem era.          Para seu espanto, estava a sua frente um índio, pintado como se fosse para a guerra, segurando um grande machado em sua mão.    
     Mônica avia escutado muitas historias   horríveis sobre os índios, mas também avia escutado muitas vezes sua mãe que, quando tivesse medo, deveria pedir ajuda ao senhor.   
     Rapidamente um pensamento atravessou a mente de Mônica. então ela pegou o pastel de maçãs que estava sobre a mesa e, com um sorriso, entregou ao índio. Ele comeu tudo, sem deixar nem uma migalha! E logo desapareceu.     
     Mônica aproveitou para correr até a sua casa contar para sua mamãe o que tinha acontecido.      Imediatamente a mãe ficou séria,pois entendeu que os índios estavam em pé de guerra.      Mamãe fechou as portas, e as duas se ajoelharam para pedir a proteção de Deus.    
     De repente ouviram batidas fortes na porta.   
    -Os índios!- disse Mônica.    
     Mãe e filha não se mexeram, mas as batidas continuaram.      -Mamãe, a senhora tem outro pastel de maçãs?         
    -Sim, por que?      
    -Lá na casinha, esta tarde, eu me lembrei que a senhora sempre me ensinou a tratar as pessoas com atos de bondade, por isso dei ao índio o pastel que a senhora avia me levado.  
     A mãe imediatamente correu e pegou outro pastel. Mônica abriu a janela e entregou ao índio mais um pastel de maçãs. E o índio foi embora e não voltou mais.   
    Alguns dias depois, quando o pai regressou de uma viagem, elas ficaram sabendo que todas as outras casas da redondeza haviam sido atacadas e incendiadas.   
    Um pequeno ato de bondade feito por Mônica realizou um milagre.

 Obs. Para encontra estes visuais entre no site da kopprint.com.br














Nenhum comentário:

Postar um comentário